.

.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

MA-123: A CÉSAR O QUÊ É DE CÉSAR...

A inauguração da MA-123-, que liga Coelho Neto a Afonso Cunha, aconteceu ontem, (21), em clima de festa. Com a presença do governador Flávio Dino, prefeitos da região e demais autoridades, o evento simboliza a concretização de um sonho, sonhado há 50 anos.

A via de 43 km é um importante elo de ligação e deslocamento populacional de vários municípios, principalmente Afonso Cunha e Coelho Neto. Portanto, uma obra de suma importância para o desenvolvimento da Região.

Entretanto, esqueceram de convidar para a festa a ex-governadora Roseana Sarney e os ex-prefeitos Soliney Silva e José Leane, além do ex-secretário de infraestrutura e atual prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando e do atual deputado estadual, Max Barros.

Em 2015, quando Flávio Dino assumiu o governo do Estado a MA-123- já contava com 33 km construídos, restando ao novo gestor 10 km, que levaram 2 anos para a definitiva conclusão.

Então, vamos distribuir os louros a quem de direito: para o povo que pagou a obra, para os trabalhadores, para Flávio Dino, para os prefeitos que assumiram em 2017, para as lideranças políticas da região, para José e Maria, Pedro e João, Raimunda e Antônio, Chico e Francisca, Roseana, Luís Fernando, Soliney, José Leane, Max Barros e a todos os que sonharam com o asfaltamento da estrada.

MARANHÃO OCUPA A 23ª POSIÇÃO EM SANEAMENTO BÁSICO, DIZ PESQUISA

O Maranhão é um dos estados menos assistidos do país em coleta de esgoto e fornecimento de água. Os dados foram divulgados pelo Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) em janeiro deste ano e mostram que apenas 12,1%, dos maranhenses têm acesso a esse tipo de serviço em relação a esgoto.

Segundo o levantamento do SNIS, no tratamento de esgoto, o Maranhão só fica à frente de estados como ParáAcreRondônia e Amapá, considerado o pior em assistência no serviço. Quando o assunto é água, o Maranhão sobe uma posição e fica à frente do Piauí. O Maranhão tem 56,2% de cobertura neste serviço, enquanto o Amapá é o pior, com irrisórios 3,8%.



Fonte: G1

PREFEITA DE ÁGUA DOCE SOFRE ATENTADO

Bandidos armados atacaram, por volta de 2hs da manhã desta terça-feira, (21), a residência da prefeita de Água Doce do Maranhão, Thalita Dias. Os tiros disparados alvejaram um carro modelo Hilux que estava na garagem e o portão da casa. O atentado foi relatado ao deputado César Pires pelo ex-prefeito Eliomar Dias, que registrou a ocorrência na Delegacia de Araioses.

Segundo informaram assessores da prefeita, a polícia foi acionada, saiu em diligências e acabou encontrando um suspeito, que disparou contra os policiais. Na troca de tiros com a polícia, o criminoso acabou fugindo. Foi solicitado reforço policial para Água Doce do Maranhão.

“Por sorte ninguém se feriu e a família da prefeita passa bem. Mas esperamos que as forças de segurança tomem providências urgentes para combater a ação de criminosos em Água Doce do Maranhão”, enfatizou César Pires.


Por Jorge Aragão

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

SE ELOGIA, ÓTIMO. SE NÃO...PARCIAL

Há muito derrubado por terra, o termo “imparcialidade” ainda é requisitado por algumas almas penadas que exigem isenção na apresentação da notícia. Por mais primado que seja o noticiador, torna-se, sobremaneira, “quase” impossível não demonstrar “lado” quando, por exemplo, se denuncia governos, autoridades e casos de má gestão administrativa ou elogia-se acertos, que engrandecem a ação do sujeito.

Em qualquer lugar do mundo e, principalmente, em Coelho Neto funciona dessa maneira: se o sujeito denuncia é: revoltado, oposicionista, cagueta, do time do quanto pior, melhor. Se elogia: é babão, puxa-saco, lagarta, para-choque, enfim. Os adjetivos são inúmeros tanto para um lado quando para o outro.

Entretanto, se percebe com o tempo que tanto uma coisa, quanto a outra, não valem a pena. No “andor” da notícia o vice-versa se confunde. Odiado por uns- os que fazem parte da situação- e amado por outros- os que fazem parte da oposição-, o noticiador no final das contas, nada mais faz do que sustentar projetos individualistas e a manutenção de hipócritas políticos- tanto dentro quanto fora do poder.

E como deveria ser a imprensa livre? Livre. E, por que, não é? Porque todos precisam manter vivos seus projetos de sobrevivência; O mundo capitalista, selvagem, obriga o indivíduo a fazer uma opção de lado. Porém, e, de novo no final das contas, se ficar o bicho pega, se correr o bicho come...

OS OMBROS SUPORTAM O MUNDO

Carlos Drummond de Andrade


Chega um tempo em que não se diz mais: meu Deus.
Tempo de absoluta depuração.
Tempo em que não se diz mais: meu amor.
Porque o amor resultou inútil.
E os olhos não choram.
E as mãos tecem apenas o rude trabalho.
E o coração está seco.


Em vão mulheres batem à porta, não abrirás.
Ficaste sozinho, a luz apagou-se,
mas na sombra teus olhos resplandecem enormes.
És todo certeza, já não sabes sofrer.
E nada esperas de teus amigos.


Pouco importa venha a velhice, que é a velhice?
Teus ombros suportam o mundo
e ele não pesa mais que a mão de uma criança.
As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios
provam apenas que a vida prossegue
e nem todos se libertaram ainda.
Alguns, achando bárbaro o espetáculo,
prefeririam (os delicados) morrer.
Chegou um tempo em que não adianta morrer.
Chegou um tempo em que a vida é uma ordem.
A vida apenas, sem mistificação.

É MUITA SAFADEZA: JOVENS USAM BANHEIRO DE SHOPPING PARA FAZER BACANAL

Três homens fazem sexo nitidamente dentro do banheiro do shopping Rio Anil, localizado na Avenida Rei de França. Os homens parecem não se intimidar com a presença de outras pessoas e continuam a prática libidinosa.
O jovem que está entre os dois homens ao mesmo tempo em que é penetrado, pratica sexo oral no outro rapaz. Ao perceberem que existia uma pessoa filmando o ato, eles acabaram vestindo-se rapidamente.
Fazer sexo em local público é crime e pode levar de 3 meses á 1 ano de detenção.
O shopping Rio Anil logo emitiu uma nota afirmando que não compactua com esse tipo de comportamento e que tomaram todas as medidas necessárias para que isto não ocorra novamente dentro das dependências do shopping.

Fonte: Luís Cardoso

EMPRESA JÁ RECEBEU R$ 472 MIL PARA CUIDAR DA IMAGEM DE FLÁVIO DINO, SÓ EM 2017

Se professores, policiais e terceirizados do Detran-MA reclamam de atrasos ou do não reajuste de salários, alguns prestadores de serviços do governo Flávio Dino (PCdoB) não têm do que reclamar.
Um dos exemplos é a Informe Comunicação Integrada. Só nos dois primeiros meses de 2017 a empresa – que pertence à esposa do jornalista Ricardo Noblat e é responsável por emplacar matérias positivas do governador na mídia nacional – já recebeu R$ 472 mil. Foram dois pagamentos de mais de R$ 200 mil realizados exatamente no mesmo dia: 13 de fevereiro.
Em 2016 a Informe já havia “bombado” com um contrato no governo: recebeu exatos R$ 4.935.503,00 pelos serviços. Os dados são do Portal da Transparência.

Fonte: Blog do Gilberto Léda

DUQUE BACELAR: CARNAVAL DE TODOS-FELIZ É BRINCAR AQUI...

A Secretaria de Cultura divulgou a programação do Carnaval 2017, em Duque Bacelar. Confira:
Dia 26 -desfile dos blocos:

os raparigueiros 
bicho solto
novinhas no grau
kengas do whatsApp 
nunca mais bebo ontem 
100% br
bichos ocultos
uz caça farra
os intrometidos

domingo, 19 de fevereiro de 2017

ACABOU O HORÁRIO DE VERÃO

O horário de verão acabou à 0h deste domingo (19), quando os relógios foram atrasados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A mudança que previa uma economia de R$ 147 milhões exige atenção de quem tem viagens ou compromissos marcados para este fim de semana.

De acordo com o secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, Fábio Alves, o horário de verão teve como objetivo principal a redução no consumo de energia elétrica no horário de pico, entre 18h e 21h.

O governo ainda não divulgou qual foi a economia de energia com a medida neste ano, mas a previsão inicial era de que o horário de verão resultasse em uma economia de R$ 147,5 milhões, por causa da redução do uso de energia de termelétricas.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

TREM BALA


Não é sobre ter
Todas as pessoas do mundo pra si
É sobre saber que em algum lugar
Alguém zela por ti
É sobre cantar e poder escutar
Mais do que a própria voz
É sobre dançar na chuva de vida
Que cai sobre nós

É saber se sentir infinito
Num universo tão vasto e bonito
É saber sonhar
E, então, fazer valer a pena cada verso
Daquele poema sobre acreditar

Não é sobre chegar no topo do mundo
E saber que venceu
É sobre escalar e sentir
Que o caminho te fortaleceu
É sobre ser abrigo
E também ter morada em outros corações
E assim ter amigos contigo
Em todas as situações

A gente não pode ter tudo
Qual seria a graça do mundo se fosse assim?
Por isso, eu prefiro sorrisos
E os presentes que a vida trouxe
Pra perto de mim

Não é sobre tudo que o seu dinheiro
É capaz de comprar
E sim sobre cada momento
Sorriso a se compartilhar
Também não é sobre correr
Contra o tempo pra ter sempre mais
Porque quando menos se espera
A vida já ficou pra trás

Segura teu filho no colo
Sorria e abraça Seus pais
Enquanto estão aqui
Que a vida é trem-bala, parceiro
E a gente é só passageiro prestes a partir